Sescon-SP e lideranças de Piracicaba debatem sobre fiscalização e potenciais desenquadramentos de SUPs por interpretações subjetivas na cidade

Em nome do Sescon-SP, o vice-presidente Financeiro, Jorge Luiz Gonçalves Rodrigues Segeti, e o gerente Institucional e Jurídico, Marcos Kazuo, estiveram reunidos nesta segunda-feira, 22 de agosto, na cidade de Piracicaba, com lideranças regionais e profissionais da contabilidade debater os potenciais desenquadramentos de Sociedades Uniprofissionais na cidade por critérios subjetivos do fisco.

As entidades da contabilidade têm atuado fortemente para a adoção de regras claras e objetivas para as SUPs pela administração pública piracicabana. O Sescon-SP, inclusive, enviou recentemente ao prefeito Luciano Almeida e sua equipe um estudo com jurisprudências e casos práticos judicializados sobre o tema para análise da equipe do governo.

“Estivemos reunidos com associados das entidades debatendo o movimento de fiscalização, da subjetividade de entendimentos por parte do Fisco e os possíveis desenquadramentos dos escritórios contábeis da cidade do regime de ISS fixo. Foram abordadas algumas estratégias administrativas, orientativas, políticas e judiciais que serão adotadas nos próximos dias”, destaca Jorge Segeti.

Participaram do encontro o presidente, o diretor Financeiro e o conselheiro do SINCOP, Danilo Vendemiatti, Fabiano Ravelli e André Messias; e o diretor do Sescon-SP Regional em Piracicaba, Luiz Sabbadin.

Seja um Associado SESCON-SPCarteirinha de Associado
1